Novo Scénic – Contra a maré

Chegou finalmente ao mercado nacional a quarta geração do Renault Scénic, modelo responsável pela criação do subsegmento dos monovolumes compactos no longínquo ano de 1996. O constante crescimento da procura por propostas SUV tem ditado a queda das vendas dos monovolumes e de outros formatos, mas a Renault assume a forte aposta no seu Scénic enquanto proposta de cariz familiar que não descura uma carroçaria de design apelativo.

Fotografia oficial Renault Portugal
Até agora injustamente taxado nas portagens nacionais, o Scénic passa a pagar Classe 1 desde que equipado com o sistema Via Verde.

Relativamente a propulsores, só novidades. Do lado da gasolina a oferta faz-se com o novo motor 1.3 TCe desenvolvido em parceria com a Daimler, disponível em três níveis de potência, 115, 140 e 160 cavalos. Os dois níveis mais potentes podem estar associados à transmissão EDC de dupla embraiagem com 7 velocidades em alternativa à manual de 6 relações. No que diz respeito aos motores Diesel, o Scénic recorre ao também novo bloco 1.7 Blue dCi disponível com 120 ou com 150 cavalos, ambos associados a caixa manual de 6 velocidades ou à EDC, com igual número de relações, no caso da versão mais potente.

Fotografia oficial Renault Portugal
O nível de equipamento Bose Edition é a grande aposta da marca.

Preços

  • TCe 115 Limited – 30 770 €
  • TCe 140 Limited – 31 370 e
  • TCe 140 Bose – 33 420 € ( c/ EDC 35 300 €)
  • TCe 160 Bose – 34 040 € (c/ EDC 35 800 €)
  • Blue dCi 120 Limited – 36 570 €
  • Blue dCi 120 Bose – 38 590 €
  • Blue dCi 150 Bose – 39 320 € (c/ EDC 42 650 €)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *