Grupo FCA electrifica Salão de Genebra

Abarth

Na Abarth, destaque para a celebração dos seus 70 anos de história e de ligação ao desporto motorizado com a apresentação do novo 595 esseesse e do 124 Rally Tribute. A designação “esseesse” regressa 10 anos depois e agora associada ao motor 1.4 Turbo de 180 cavalos que equipa o pequeno 595. A sonoridade ainda mais desportiva é providenciada pelo escape Akrapovic e a potência de travagem é assegurada pela Brembo com discos perfurados e ranhurados. O filtro de ar é também específico e da marca BMC e os amortecedores são os FSD da Koni. Exteriormente, o esseesse destaca-se, por exemplo, pelas jantes Supersport de 17 polegadas pintadas de branco e pelas faixas laterais Abarth. Já o 124 Rally Tribute celebra o triunfo do 124 de competição na taça FIA R-GT. A sua produção está limitada ao número que lhe dá o nome e dispõe de conteúdos únicos que acentuam essa exclusividade. A dinâmica de excepção deve-se não só ao peso reduzido de 1060 kg mas também à sua correcta distribuição. O diferencial autoblocante é de série, bem como o escape Record Monza. Está disponível em duas cores, Vermelho Costa Brava e Branco Turini, ambas em combinação com o capot preto fosco para reduzir os reflexos da luz solar nos olhos do condutor.

Alfa Romeo

Na Alfa Romeo são muitas as novidades, mas talvez a de maior destaque seja o Tonale, um protótipo de um SUV plug-in para o segmento médio que representa a entrada da marca na electrificação graças ao motor elétrico colocado no eixo traseiro. As versões Quadrifoglio do Giulia e do Stelvio são outro ponto de interesse pois recebem uma edição limitada denominada “Alfa Romeo Racing” que celebra o recente envolvimento da marca no mundo da Fórmula 1, em parceria com a Sauber. Ambos os modelos dispõem de elementos exclusivos como os bancos Sparco, as saídas de escape Akrapovic e discos de travão em carbono e cerâmica, mas o destaque vai mesmo para a pintura específica, um tributo ao Alfa Romeo C38. Ainda nas gamas Stelvio e Giulia, ambos recebem também a versão Ti – Turismo Internazionale – com motor 2.0 Turbo de 280 cavalos e com mais equipamento e detalhes exclusivos. Por fim, o compacto Giulietta vê a sua oferta reforçada com a introdução de duas novas versões, a Executive e a Veloce, a primeira mais distinta e com prioridade no conforto, a última com foco na dinâmica e na desportividade.

FIAT

A FIAT escolheu Genebra para apresentar o Concept Centoventi, um protótipo eléctrico que promete revolucionar a forma se aborda a mobilidade nas cidades (e não só…), tal como o seu antecessor 500, na década de 50. Desde logo, destaque para a grande liberdade de personalização do Centoventi apesar de vir a ser produzido numa só cor de carroçaria. No entanto, vai ser possível mudar elementos como os pára-choques, os tampões das rodas e até mesmo as baterias. Por dentro, o habitáculo é também reconfigurável e pode acomodar até quatro pessoas. Relativamente a autonomia, o Centoventi sairá de fábrica com uma bateria para 100 quilómetros mas através de módulos adicionais que podem ser comprados ou alugados, a autonomia total pode chegar aos 500 quilómetros.

Jeep

Na Jeep, novidades também no campo da electrificação com a apresentação das versões plug-in do Compass e do Renegade. Ambas prometem uma autonomia eléctrica de cerca de 50 quilómetros e uma velocidade máxima de 130 km/h sem emissões. O motor de combustão interna utilizado é o novo 1.3 Turbo e a potência combinada situa-se entre os 190 e os 240 cavalos. Ambos dispõem de tração integral elétrica eAWD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *